top of page

Não vai ter CPI do Hospital São Luiz Gonzaga



O vereador e organizador da CPI que investigaria obras da casa de saúde, além de esclarecer de forma mais ampla à população a cerca de como os valores destinados ao hospital estão sendo investidos, Misael Porto (PSD), informou que não conseguiu as cinco assinaturas necessárias entre os 13 vereadores de São Luiz Gonzaga, para a instauração do processo que pedia prestação de contas a partir do ano de 2017 até o presente momento.



Misael lamentou não ter conseguido êxito no caso, onde segundo ele, seria uma maneira de ajudar, jamais manchar a imagem da instituição, e sim, ter melhoramentos ao atendimento a população que precisa do sistema de saúde de São Luiz Gonzaga.

Os vereadores que votaram a favor além de Misael Porto foram: Ana Barros, José Luiz Terra Vieira e Adão Schimit.


O requerimento do vereador Misael Porto (PSD), para a criação da comissão parlamentar de inquérito, para investigar o trabalho, prestação detalhadas de contas e a demora nas obras da UTI, tiveram apenas o apoio de dois vereadores, que foram Ana Barros e José Luiz Terra Vieira, ambos do PT.

Adão Schimit (PDT), retirou seu apoio, que era inicialmente favorável a CPI.


Para que fosse possível protocolar o requerimento era necessário no mínimo 5 assinaturas.

Os vereadores que rejeitaram o requerimento foram: Cláudio Pereira (PDT), Edmar de Matos (PDT), João Iuri (PSD), Laureano Castilho (MDB), Nara Mendes (MDB),Nodir Maronese (MDB), Fraguinha (PP), Rose Grings (PP) Valmir Silveira (MDB) e Adão Schimidt (PDT).

Contra ponto.



Fernando Maya Comunicações.


留言


bottom of page